Notícias

NOTA OFICIAL - ACLER
9 de  fevereiro de 2020 | Autor : ASSESSORIA | Fonte : ASSESSORIA
A Academia de Letras de Rondônia, com pesar, lamenta e repudia a ordem de recolhimento, pelas Escolas Estaduais de Rondônia, de obras consagradas da literatura brasileira, conforme amplamente  divulgada, supostamente atribuída ao titular da Secretaria de Educação de Rondônia (Seduc).

São 43 obras, incluindo clássicos como "Memórias Póstumas de Brás Cubas", de Machado de Assis, "Macunaíma", de Mário de Andrade, e "Os sertões", de Euclides da Cunha,  que, sob a alegação de “impróprias para os estudantes adolescentes”, teriam que ser excluídas das bibliotecas das Escolas Estaduais, o que, sob qualquer pretexto, representa um atentado ao livre direito de expressão.

A ACLER, no papel institucional de fomentar a cultura não pode deixar de combater atitudes dessa natureza que por si, são inconstitucionais.

Embora reconhecendo o trabalho do Secretário, frente ao Colégio João Bento da Costa, que revolucionou o estudo em Rondônia, esperamos que o lamentável episódio, felizmente já desautorizado, seja devidamente apurado e os responsáveis identificados, para que não volte a se repetir.



ACLER - Academia de Letras de Rondônia
Seja bem vindo ao nosso site